Quarta-feira, 20 de Setembro de 2006

 Foi sim,

Á pouco...
Meu rosto colado ao teu
Tua voz límpida serena e doce,
Ouvia, com o embalar do coração.
Esperei sim, muito para quem mede a saudade
Na esperança, dum momento pousares,
Em mim ficares, na macieza de nossas peles.
 


publicado por Cöllyßry às 21:22
Collybry,
É a primeira vez que aqui "pouso", estive a ler alguns dos teus poemas, e gostei muito. Os meus Parabéns.
Bjs.
Å®t_Øf_£övë a 22 de Setembro de 2006 às 02:03

A saudade num abraço colado na alma, na pele um afago de um meu carinho,tornado teu.
Beijinhos num sorriso da alma.
Maria
Maria a 23 de Setembro de 2006 às 16:59

Amiga:

Tenho novidades! O blog Voz de Celénia vai renascer e explicar a razão porque eu não tenho ultimamente tido tempo para nada... Espero que apareças e que possamos reatar as nossas conversas ultimamente interrompidas.

jinho!
sá morais a 24 de Setembro de 2006 às 17:42

Querido amigo, bem vindo sejas,espero que seja para ficares, irei sim, tanto me dava prazer ler a Voz de Celenia________________________Meu esvoaçar Te deixo com suave briza em torno de Ti________________
Cõllybry
Cöllyßry a 24 de Setembro de 2006 às 20:05

Eu tinha que vir aqui agradecer, pois achei o teu último comentário sublime e elegante(ainda bem que voltaste a ler o post). Assim, virei a este teu espaço (que referiste) onde a música, e as tuas palavras ecoam pelo espaço...
Um sopro sentido
sentidos a 26 de Setembro de 2006 às 22:02

Bem vindo sejas...este sim é o meu espaço___________
Meu bem haja pela tão delicada visita, deixo neu esvoaçar,
Cõllybry
Cöllyßry a 26 de Setembro de 2006 às 22:22

Amei esse poema de AMOR!Beijinho.
Maria a 27 de Setembro de 2006 às 20:38

Olá menina...
Vim deixar-te um beijo, são doces as tuas palavras.
Kiss, até outro instante...
£oµ¢o Ðe £Î§ßoa a 28 de Setembro de 2006 às 20:17

Uma voz serena e doce
De onde brotam palavras
Por vezes de mel...
Um beijo carinhoso
Numa boca que calas
A caminho do céu...
E os rostos colados
As mãos que procuram
A maciez da pele...

O teu blog é lindo, sabias?

Um beijinho e um eco de mim
MEDUSA a 30 de Setembro de 2006 às 01:59

As almas encontram-se, muitas vezes, no mesmo trilho da saudade...

Um beijo soprado
cleo a 30 de Setembro de 2006 às 02:03

Olá minha poeta Collybry, gostei de teus versos...Um maravilhoso fim de semana...beijos.
jpcfilho a 30 de Setembro de 2006 às 23:49

Uau! O teu blog é mesmo lindo.!!!!
Quanto ao concurso já estás inscrita só que é só para a próxima edição que começará no inicio de novembro. Muito obrigado mesmo pela inscrição!!!



kisses
PS: Se poderes comenta este blog: http://poet_heart14.blogs.sapo.pt
Lizard Princess a 2 de Outubro de 2006 às 18:49

Em poesia palavra escrita que rompe em grito expressa num rabisco, a dor e saudade… O infinito… Descreve o amor ausente e presente, perpétuo e passageiro... Todo o sentir que imana no corpo e, Na Alma, da gente...




mais sobre mim
arquivos
2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


as minhas fotos
Passaram: 
online:   

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO