Segunda-feira, 24 de Julho de 2006
Como sinto falta de ouvir o teu sussurrar
excitante no meu ouvido...
Como sinto falta de sentir o teu corpo quente colado ao meu...
Como sinto falta da tua língua quente e húmida que me transporta pelo
Espaço Sideral...
Como sinto falta dos teus gemidos e sentir o teu tremor de gozo...
Como sinto falta de ti...

Acaricio o teu peito com língua quente e húmida...

Em pensamento esperando por Ti...

Sb/10/05



publicado por Cöllyßry às 02:35
Que texto sensual cara amiga.
Não é muito grande mas denota uma boa qualidade literária, para além das imagens que construiste com as palavras serem quentes o quanto baste.
Gostei de ler.
Beijinhos e boa semana.
E bons voos...
Nilson Barcelli a 24 de Julho de 2006 às 13:25


Linda Collybry, como sentimos falta de quem nos faz falta e de sua presença integral, o carinho, o amor reverberando... Gostei..beijos
jpcfilho a 29 de Julho de 2006 às 09:09

Linda Collybry, obrigado pela visita.. E eu sinto tua falta, pois me seduziu, me cativou, e depois me deu férias, má onde já se viu? Gosto de tu presente e escrevendo, pois a menina tem a veia, num disse a véia, mas a veia poética...beijos esvoaçantes..
jpcfilho a 1 de Agosto de 2006 às 09:27

Pois aqui me tens de novo um fio de sangue da veia
que fervilha em mim...
Esvoaçando...planando poiso em...
Cõllybry
Cöllyßry a 1 de Agosto de 2006 às 18:48

Sinto a falta de ver o teu esvoaçar...
Isto é, não escreves mais...?
Beijos.
Nilson Barcelli a 1 de Agosto de 2006 às 15:03

Pois aqui está o meu esvoaçar ondolante em lenções de seda...
Levantando voo até!...,e planando...
Cõllybry
Cöllyßry a 1 de Agosto de 2006 às 18:46

Em poesia palavra escrita que rompe em grito expressa num rabisco, a dor e saudade… O infinito… Descreve o amor ausente e presente, perpétuo e passageiro... Todo o sentir que imana no corpo e, Na Alma, da gente...




mais sobre mim
arquivos
2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


as minhas fotos
Passaram: 
online:   

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO