Quinta-feira, 31 de Agosto de 2006

 

***  Meu beijo ***


O beijo na plenitude
de amar.
Como sempre,
o amor em verso,
feito poema,
voz numa canção...
O Amor...
Cantado pelos poetas!

Quando o beijo é
também a saudade,
do beijo!
Nas palavras que
não digo,
silenciadas pelo elo
quebrado,
de um momento
Que se quis (e)terno...
Adormece o beijo,

onde repousarão os sonhos...
Parto quase em silêncio.
Guardo-o na memória
de um tempo...

Até sempre
                                                                        Voz de...longe
                                                                                                30/04/06


publicado por Cöllyßry às 17:30
do reino de Sophia, se a areia solar de Eugénio beijasse a fenda inicial, sentiríamos o rumor matinal...
carlos a 1 de Setembro de 2006 às 21:00

Por não conseguir comentar no Seu Club dos Poetas...
Aqui o deixo...
Não pode morrer, sem essa agua beber...
Diria que o amor é o corpo do texto...
ã muito que visito este Club, mas não podia comentar...
Fiz parceria com o endereço que aqui vai ficar no link, sómente para poder faze-lo...
Tive muito agrado de sua visita
ao meu vitral...
o meu bem haja por partilhar este Club dos poetas não mortos...
Meu rasto num esvoaçar...
Cõllybry
Cöllyßry a 3 de Setembro de 2006 às 22:25

Olá Collybry!
Pois...
Que te direi...
Um Bem-haja por quereres dar-me voz...
Que lindo gesto, o teu!
Pelas palavras que tão bem entendeste!
D'este beijo feito de despedida da escrita que tanto amo;
Desistir da vida... não posso!Não é?!
Deixo-te um beijo no eu que sou e assumo,
Até sempre,
MªJosé


eu!!!!! a 2 de Setembro de 2006 às 22:41

Pois...Pois...eu digo só "Beijo"
poe esta sempre linda presença...
Bem hajas por seres TU...
meu esvaçar com um terno olhar...
Cõllybry
Cöllyßry a 4 de Setembro de 2006 às 16:42

Olá Collybry, quem beija esvoaçando, como uma collybry ou uma libélula, beija o sonho, e por sonho deve beijar o amor adormecido, e com a eternidade da memória...beijos
jpcfilho a 3 de Setembro de 2006 às 18:30

Querida é mto bom receber vc em meu blog, sabe acho este seu template lindo de mto bom gosot, agora nem precio falar sobre o poema beijo demais da conta .
Obrigada pelo seu carinho. Bjs e uma boa semana.
nancy moises a 4 de Setembro de 2006 às 02:31

Olá amiga! Sei que já não vinha aqui à algum tempo, mas não penses que é por falta de lembrança! Acontece que a minha firewall ( julgo que é isso ) não me permite aceder a certos blogs, sem vir logo a mensagem de erro e zás! Vai a janela abaixo! Mas hoje consegui assim quis deixar-te um jinho!

Fica bem, minha amiga!
sá morais a 4 de Setembro de 2006 às 13:13

Olá amigo bem vindo seja...Não tem importância, tambem não tenho tido muito tempo, tenho andado ausente, mas te tenho visto, ne Tua e noutras paragens...Notei a tua ausencia de palavras sempre tão doces e amigas...
Fica bem, e aqui estarei sempre...
Esvoaço....
Cõllybry
Cöllyßry a 4 de Setembro de 2006 às 16:45

Minha querida amiga! Venho agradecer-te mais uma prova de amizade e mais uma razão para eu deitar a tristeza para trás das costas. Adoro ofundo deste teu espaço de rosas negras, lindíssimas, como adoro o outro, e o verde esperançoso e intenso daquele olhar. Obrigada pela tua querida amizade é por termos amigos como tu k vale a pena continuar sem olhar para trás. Retribuo este beijo k nos dás tão lindo.
Sindarin a 7 de Setembro de 2006 às 22:08

Olá. Obrigado pela visita, vim retribuir e digo-te que gostei muito deste teu cantinho.
Beijinhos
Selma a 7 de Setembro de 2006 às 22:15

Lindo beijo.
Gostei imenso deste poema.
mais beijos...
Nilson Barcelli a 9 de Setembro de 2006 às 23:58

Em poesia palavra escrita que rompe em grito expressa num rabisco, a dor e saudade… O infinito… Descreve o amor ausente e presente, perpétuo e passageiro... Todo o sentir que imana no corpo e, Na Alma, da gente...




mais sobre mim
arquivos
2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


as minhas fotos
Passaram: 
online:   

pesquisar neste blog
 
blogs SAPO